Você está visualizando atualmente Bloco cerâmico X bloco de concreto: entenda quais são as diferenças

Bloco cerâmico X bloco de concreto: entenda quais são as diferenças

Na hora de construir, qual será a melhor opção: o bloco de cerâmica ou o bloco de concreto?

Se você é uma das pessoas que costuma ter essa dúvida, fique tranquilo, pois nós da Cerâmica Princesa preparamos esse conteúdo para explicar quais as diferenças entre um bloco cerâmico e um bloco de concreto, para que você acerte na escolha. Fique conosco até o final!

Blocos cerâmicos

Os tijolos convencionais ou blocos cerâmicos são fabricados a partir da argila e queimados no forno. Possuem furos perpendiculares à sua face. Existem variações no tamanho e na quantidade dos furos.

São usados na maior parte das vezes para vedação, ou seja, eles servem para fazer a divisão de cômodos em um ambiente, sem dar sustentação. Nesse caso, é possível quebrar uma parede, trocar de lugar, abrir nichos, entre outros.

Entretanto, vale ressaltar que existem modelos de blocos cerâmicos estruturais, que possuem um tamanho maior e não podem ser eliminados ou trocados de lugar, pois podem comprometer a estrutura da casa.

Os blocos cerâmicos costumam ser mais baratos que os blocos de concreto, além de possuírem isolamento térmico; eles apresentam uma microporosidade que evita a propagação térmica, o que diminui as variações de temperatura e climatiza o ambiente de forma natural. Os microporos também evitam a passagem de umidade que vem de fora do ambiente.

Os blocos cerâmicos são muito mais leves e fáceis de se transportar.

Uma desvantagem desse material é que eles são mais frágeis, quebrando com muita facilidade. Portanto, considere uma sobra na hora de fazer a compra.

O aumento do entulho produzido a partir do tijolo também é uma desvantagem.

O isolamento acústico dos blocos cerâmicos é pior do que o dos blocos de concreto.

Blocos de concreto

Os blocos de concreto são mais resistentes e mais pesados do que os blocos cerâmicos.

A diferença da composição entre os dois blocos é que os de concreto são fabricados a partir de cimento, agregados e água.

Existem 3 categorias principais nesse tipo de bloco:

1 – Bloco estrutural

É quando a alvenaria se torna a própria estrutura da casa, sem a necessidade de utilizar vigas ou pilares. Quando a construção é feita dessa forma, não há possibilidade de eliminar paredes, trocá-las de lugar, etc.

2 – Bloco de concreto para vedação

Como seu próprio nome diz, é quando o bloco de concreto é usado apenas para vedar as paredes e dividir cômodos, não tendo função estrutural. Ou seja, é preciso utilizar vigas e pilares para sustentação. Vale ressaltar que, como eles são muito mais resistentes, os blocos de concreto são mais difíceis de serem quebrados.

3 – Canaleta de concreto

Esse tipo de bloco de concreto possui um furo em formato de U que facilita a passagem barras de aço ou concreto. Esse modelo é muito usado nas fundações.

Os blocos de concreto oferecem economia no revestimento, resistência mecânica e regulação geométrica.

Suas desvantagens incluem um peso maior para transporte e manuseio no canteiro, além da exigência maior de cuidado nas juntas de dilatação, que devem ter um tamanho menor. O preço costuma ser superior aos blocos de concreto e, em caso de inundações, a água pode penetrar nos blocos e estragar as paredes.

 

E aí, conseguiu chegar a uma conclusão?

A nossa recomendação é que você entre em contato com empresas especializadas na fabricação de cada material.

Nós da Cerâmica Princesa, por exemplo, temos mais de 80 anos na produção de tijolos cerâmicos, e estamos presentes nas obras mais conceituadas da região, como o Yachthouse by Pininfarina, o maior edifício da América Latina. Produzimos mais de 3,6 milhões de peças mensais de blocos cerâmicos e detemos exigentes certificações do mercado.

Se você quiser saber mais sobre nossos produtos, clique aqui e entre em contato!