Alvenaria estrutural e alvenaria convencional: entenda as diferenças e conheça cada estilo de construção

Alvenaria estrutural e alvenaria convencional: entenda as diferenças e conheça cada estilo de construção

Você está prestes a iniciar uma obra e não sabe qual estilo de construção adotar entre a alvenaria convencional e alvenaria estrutural?

Saiba que compreender as diferenças e características de cada um desses estilos impacta na produtividade da sua equipe, nos custos da obra e no resultado final a longo prazo.

Mas relaxe, porque nós aqui da Cerâmica Princesa preparamos este conteúdo justamente para te ajudar. Acompanhe até o final!

O que é alvenaria?

Antes de partirmos para os principais tipos, vamos entender o que é a alvenaria. Trata-se de um conjunto de tijolos, pedras ou blocos que juntos formam as paredes, os muros, ou os alicerces de uma construção. O objetivo de uma construção de alvenaria é a resistência aos esforços de compressão.

Tendo em mente o que é alvenaria, vamos aos dois principais tipos de construção.

Alvenaria estrutural

No estilo construtivo de alvenaria estrutural, as paredes da construção têm a função tanto estrutural quanto de vedação. Ou seja, não há vigas ou pilares: o peso da construção é transmitido das paredes para as fundações, o que inclui as lajes e telhados, por exemplo.

Algumas vantagens desse estilo de construção incluem a economia de tempo, uma vez que a estrutura e a vedação são realizadas simultaneamente, de dinheiro e de perdas de materiais, o que contribui para o meio ambiente, pois você acaba produzindo menos entulho.

Por outro lado, há uma limitação quando se trata de mudanças estruturais, como por exemplo quebrar uma parede ou trocá-la de lugar. Essas mudanças só podem ser realizadas com a supervisão criteriosa de um profissional, e devem ser planejadas antes da execução do projeto.

Alvenaria Convencional

Sendo o tipo de construção mais comum no Brasil, a alvenaria convencional tem como objetivo a vedação, exigindo, portanto, a utilização de vigas, pilares e lajes, que serão responsáveis por sustentar o peso da construção.

Dentre as vantagens desse estilo de construção, podemos destacar que ele é mais flexível e permite a realização de diferentes opções arquitetônicas e mudanças nas paredes, vãos e no layout da construção, visto que esses não têm função estrutural e não impactam na estabilidade da construção.

Entretanto, quando o projeto não é muito bem planejado, pode demandar mais tempo de obra, um custo mais alto em comparação à alvenaria estrutural e gerar mais entulho por conta da quebra de blocos, perdendo assim uma quantidade considerável de materiais.

Qual será a sua escolha?

Agora você já conhece e já sabe quais são as diferenças entre os dois principais estilos de construção: alvenaria estrutural e alvenaria convencional.

Como você pôde perceber, ambos possuem vantagens e desvantagens, a escolha dependerá do estilo que mais se adeque à sua realidade.

Queremos aproveitar para deixar claro que o sucesso de uma obra não depende somente da escolha do estilo de construção, mas também dos materiais utilizados. Por isso, é um importante contar com quem tem experiência e autoridade no assunto quando se trata de tijolos cerâmicos.

Há mais de 80 anos de mercado, estamos presentes nas obras mais conceituadas da região como o Yachthouse by Pininfarina, por exemplo, o maior edifício da América Latina.

É inegável que a qualidade dos materiais está intimamente ligada com o sucesso final da sua obra.

Não perca tempo, clique aqui e fale conosco!